35 Comandos do Linux que devia conhecer

Comandos do Linux

Ao ouvir sobre o Linux, a maioria das pessoas pensa em um sistema operacional complicado que só é usado por programadores. Mas não é tão assustador quanto parece, e neste artigo iremos abordar alguns comandos do linux que são usados quase todos os dias e deveria conhecer.Linux é uma família inteira de sistemas operacionais Unix de código aberto, que são baseados no kernel do Linux. Isso inclui todos os sistemas baseados em Linux mais populares, como Ubuntu, Fedora, Manjaro e outros. Mais precisamente, eles são chamados de distribuições ou distros e todas elas usam os mesmos comandos do linux.

Ao operar um sistema operacional Linux, você precisa usar um shell que é uma interface que dá acesso aos serviços do sistema operacional. A maioria das distribuições Linux usa uma interface gráfica de usuário (GUI) como shell, principalmente para fornecer facilidade de uso para seus usuários.

Dito isso, é recomendável usar uma interface de linha de comando (CLI) porque é mais poderosa e eficaz. As tarefas que requerem um processo de várias etapas por meio da GUI podem ser realizadas em questão de segundos, digitando comandos na CLI.

Portanto, se você está pensando em usar o Linux, aprender linhas de comandos do linux básicas irá percorrer um longo caminho. Neste artigo, você aprenderá 35 comandos do Linux que sem dúvida o ajudarão a navegar pelo Linux como um novato.

1. Comando pwd

Use o comando do linux pwd para descobrir o caminho do diretório de trabalho atual (pasta) em que você está. O comando retornará um caminho absoluto (completo), que é basicamente um caminho de todos os diretórios que começa com uma barra (/ ) Um exemplo de caminho absoluto é /home / nome de usuário.

2. Comando cd

Para navegar pelos arquivos e diretórios do Linux, use o comando do linux cd. Requer o caminho completo ou o nome do diretório, dependendo do diretório de trabalho atual em que você está. Digamos que você esteja em /home/usuario/Documentos e queira ir para Fotos, um subdiretório de Documentos. Para isso, basta digitar o seguinte comando:

cd Fotos

Outro cenário é se você deseja alternar para um diretório completamente novo, por exemplo, /home/usuario/Filmes. Nesse caso, você deve digitar cd seguido do caminho absoluto do diretório: cd /home/usuario/Filmes.

Existem alguns atalhos para ajudá-lo a navegar rapidamente:

  • cd .. (com dois pontos) para mover um diretório para cima
  • cd para ir direto para a pasta pessoal
  • cd- (com um hífen) para mover para o diretório anterior

Lembre-se, o shell do Linux é sensível a maiúsculas e minúsculas. Então, você tem que digitar o diretório do nome exatamente como está. Ou seja por exemplo o diretório Filmes, é diferente do diretório filmes. A letra maíscula F irá fazer diferença conforme no exemplo.

3. Comando ls

O comando do linux ls é usado para ver o conteúdo de um diretório. Por padrão, este comando exibirá o conteúdo de seu diretório de trabalho atual. Se você quiser ver o conteúdo de outros diretórios, digite ls e o caminho do diretório. Por exemplo, digite ls /home/usuario/Documentos para visualizar o conteúdo de Documentos.

Existem variações que você pode usar com o comando ls:

  • ls -R irá listar todos os arquivos nos subdiretórios também
  • ls -a irá mostrar os arquivos ocultos
  • ls -la listará os arquivos e diretórios com informações detalhadas como permissões, tamanho, proprietário, etc.

4. Comando cat

cat (abreviação de concatenar) é um dos comandos do linux mais usados. É usado para listar o conteúdo de um arquivo na saída padrão (sdout). Para executar este comando, digite cat seguido do nome do arquivo e sua extensão. Por exemplo: cat arquivo.txt.

Aqui estão outras maneiras de usar o comando cat:

  • cat> nome do arquivo cria um novo arquivo
  • cat nomedoarquivo1 nomedoarquivo2> nomedoarquivo3 junta dois arquivos (1 e 2) e armazena a saída deles em um novo arquivo (3)
  • converter um arquivo para maiúsculas ou minúsculas, cat filename | tr a-z A-Z> output.txt

5. Comando cp

Use o comando do linux cp para copiar arquivos do diretório atual para um diretório diferente. Por exemplo, o comando cp imagem.jpg /home/usuario/Fotos criaria uma cópia de imagem.jpg (de seu diretório atual) para o diretório Fotos.

6. Comando mv

O principal uso do comando mv é mover arquivos, embora também possa ser usado para renomear arquivos. Os argumentos em mv são semelhantes ao comando cp. Você precisa digitar mv, o nome do arquivo e o diretório de destino. Por exemplo: mv arquivo.txt /home/usuario/Documentos.

Para renomear arquivos, o comando do linux é mv antigo_nome.txt novo_nome.txt

7. Comando mkdir

Use o comando do linux mkdir para criar um novo diretório. Se você digitar mkdir Musica, ele criará um diretório chamado Musica. Também existem comandos mkdir extras:

  • Para gerar um novo diretório dentro de outro diretório, use este comando do linux mkdir Musica/Novo Directório
  • use a opção p para criar um diretório entre dois diretórios existentes. Por exemplo, mkdir -p Musica/2021/novo_arquivo criará o novo arquivo “2021”.

8. Comando rmdir

Se você precisar excluir um diretório, use o comando do linux rmdir. No entanto, rmdir permite apenas excluir diretórios vazios

9. Comando rm

Alguns comandos do linux como o rm é usado para excluir diretórios e o conteúdo dentro deles. Se você deseja apenas excluir o diretório, como uma alternativa para rmdir – use rm -rf

Nota: Tenha muito cuidado com este comando e verifique em qual diretório você está. Isso excluirá tudo e não haverá como desfazer.

10. Comando touch

O comando touch permite que você crie um novo arquivo em branco por meio da linha de comando do linux. Como exemplo, digite touch /home/usuario/Documentos/arquivo.html para criar um arquivo HTML intitulado arquivo.html no diretório Documentos.

11. Comando locate

Você pode usar este comando do linux para localizar um arquivo, assim como o comando de pesquisa do Windows. Além do mais, usar o argumento -i junto com este comando o tornará indiferente a maiúsculas e minúsculas, para que você possa pesquisar um arquivo mesmo que não se lembre de seu nome exato.

Para pesquisar um arquivo que contém duas ou mais palavras, use um asterisco (*). Por exemplo, o comando locate -i brasil * note irá procurar qualquer arquivo que contenha a palavra “brasil” e “note”, seja em maiúsculas ou minúsculas.

12. Comando find

Semelhante ao comando locate, o uso de find também pesquisa por arquivos e diretórios. A diferença é que você usa o comando do linux find para localizar arquivos em um determinado diretório. Como exemplo, o comando find /home / -name notas.txt irá procurar um arquivo chamado notas.txt no diretório home e seus subdiretórios.

Outras variações ao usar o find são:

  • Para localizar arquivos no diretório atual, use find -name notes.txt
  • Para procurar diretórios, use / -type d -name notas. TXT

13. Comando grep

Outros comandos do linux que é sem dúvida útil para o uso diário é o grep. Ele permite que você pesquise todo o texto em um determinado arquivo.

Para ilustrar, grep azul notepad.txt pesquisará a palavra azul no arquivo do notepad.txt. As linhas que contêm a palavra pesquisada serão exibidas por completo.

14. Comando sudo

Abreviação de “SuperUser Do”, este comando do linux permite que você execute tarefas que requerem permissões administrativas ou de root. No entanto, não é aconselhável usar este comando para uso diário porque pode ser fácil ocorrer um erro se você fizer algo errado.

15. comando df

O uso de comando do linux como o df servem para obter um relatório sobre o uso de espaço em disco do sistema, mostrado em porcentagem e KBs. Se você quiser ver o relatório em megabytes, digite df -m.

16. Comando du

Se você quiser verificar quanto espaço um arquivo ou diretório ocupa, o comando do linux du (Disk Usage) é a resposta. No entanto, o resumo do uso do disco mostrará os números dos blocos do disco em vez do formato de tamanho usual. Se você quiser vê-lo em bytes, kilobytes e megabytes, adicione o argumento -h à linha de comando.

17. Comando head

Outro dos comandos do linux é o head e é usado para ver as primeiras linhas de qualquer arquivo de texto. Por padrão, ele mostrará as primeiras dez linhas, mas você pode alterar este número como desejar. Por exemplo, se você deseja mostrar apenas as primeiras cinco linhas, digite head -n 5 arquivo.txt.

18. comando tail

Este tem uma função semelhante ao comando head, mas em vez de mostrar as primeiras linhas, o comando tail exibirá as últimas dez linhas de um arquivo de texto. Por exemplo, tail -n arquivo.txt.

19. Comando diff

Abreviação de diferença, o comando do linux diff compara o conteúdo de dois arquivos linha por linha. Depois de analisar os arquivos, ele produzirá as linhas que não coincidem. Os programadores costumam usar esse comando quando precisam fazer alterações no programa, em vez de reescrever todo o código-fonte. A forma mais simples do uso de comandos do linux como o diff é usando diff arquivo1.txt arquivo2.txt

Até agora já conhecia algum deste comandos do linux?

Vamos continuar a lista dos outro comandos linux mais usados…

20. Comando tar

O comando do linux tar é apenas um dos comandos do linux mais usado para arquivar vários arquivos em um tarball, que é semelhante ao formato zip, com compactação sendo opcional. Este comando é bastante complexo, com uma longa lista de funções, como adicionar novos arquivos a um arquivo existente, listar o conteúdo de um arquivo, extrair o conteúdo de um arquivo e muito mais.

21. Comando chmod

chmod é possivelmente um dos outros comandos do linux mais usado e tem como objetivo alterar as permissões de leitura, gravação e execução de arquivos e diretórios. Como este comando é bastante complicado. Mas geralmente arquivos tem permissão 644 enquanto diretórios tem permissão 755. Exemplo prático de alterar a permissão: chmod 000 meuarquivo.txt. O que aconteceu aqui? Se o arquivo estava com permissão 644 foi alterada a permissão 000 onde ninguém poderá ler ou escrever este arquivo.

22. Comando chown

No Linux, todos os arquivos pertencem a um usuário específico. O comando do linux chown permite que você altere ou transfira a propriedade de um arquivo para o nome de usuário especificado. Por exemplo, chown usuario2 arquivo.txt tornará usuario2 o proprietário do arquivo.txt.

23. Comando jobs

O comando jobs, é um dos comandos do linux não muito usado, porém ele exibirá todos os jobs atuais junto com seus status. Um trabalho é basicamente um processo iniciado pelo shell.

24. Comando kill

Se você tiver um programa que não responde, pode encerrá-lo manualmente usando o comando kill. Ele enviará um determinado sinal para o aplicativo com comportamento inadequado e instruirá o aplicativo a se encerrar. Há um total de sessenta e quatro sinais que você pode usar, mas as pessoas geralmente usam apenas dois sinais:

  • SIGTERM (15) – solicita que um programa pare de ser executado e dá a ele algum tempo para salvar todo o seu progresso. Se você não especificar o sinal ao inserir o comando kill, este sinal será usado.
  • SIGKILL (9) – força os programas a pararem imediatamente. O progresso não salvo será perdido.

Além de conhecer os sinais, você também precisa saber o número de identificação do processo (PID) do programa que deseja eliminar. Se você não conhece o PID, basta executar o comando ps ux.

Depois de saber qual sinal você deseja usar e o PID do programa, insira a seguinte sintaxe:

kill [opção de sinal] PID.

Este possivelmente é um dos comandos do linux mais úteis.

25. Comando ping

Ao usar comandos do linux como o ping irá verificar seu status de conectividade com um servidor. Por exemplo, simplesmente inserindo ping prnethost.com.br, o comando verificará se você consegue se conectar na PR Nethost e também medirá o tempo de resposta.

26. Comando wget

Este é um dos comando do linux muito útil, você pode até baixar arquivos da internet com a ajuda do comando wget. Para fazer isso, basta digitar wget https://dominio.com/arquivo-para-baixar.zip

27. Comando uname

O comando uname, abreviação de Unix Name, imprimirá informações detalhadas sobre o sistema Linux, como o nome da máquina, sistema operacional, kernel e assim por diante.

28. Comando top

Como um terminal equivalente ao Gerenciador de Tarefas no Windows, o comando do linux top exibirá uma lista de processos em execução e quanta CPU cada processo usa. É muito útil monitorar o uso de recursos do sistema, especialmente sabendo qual processo precisa ser encerrado porque consome muitos recursos.

29. Comando de history

Quando estiver usando o Linux por um determinado período de tempo, você notará rapidamente que pode executar centenas de comandos do linux todos os dias. Como tal, executar o comando de history é particularmente útil se você deseja revisar os comandos que você digitou antes.

30. Comando man

Ficou confuso com a função de certos comandos do linux? Não se preocupe, você pode aprender facilmente como usá-los direto do shell do Linux usando o comando man. Por exemplo, inserir man tail mostrará a instrução do manual do comando tail.

31. Comando echo

Este comando é usado para mover alguns dados para um arquivo. Por exemplo, se você quiser adicionar o texto “Olá, meu nome é João” em um arquivo chamado nome.txt, digite echo Olá, meu nome é João >> nome.txt

32. Comando zip e unzip

Este é um dos mais comandos do linux usados. Use o comando zip para compactar seus arquivos em um arquivo zip e use o comando unzip para extrair os arquivos compactados de um arquivo zip.

33. Comando hostname

Se você quiser saber o nome do seu host/rede, basta digitar o nome do hostname e adicionar um -I ao final exibirá o endereço IP de sua rede.

34. Comando useradd e userdel

Como o Linux é um sistema multiusuário, isso significa que mais de uma pessoa pode interagir com o mesmo sistema ao mesmo tempo. useradd é usado para criar um novo usuário, enquanto passwd adiciona uma senha à conta desse usuário. Para adicionar uma nova pessoa chamada joao digite, useradd joao e então para adicionar seu tipo de senha, passwd 123456789.

Remover um usuário é muito semelhante a adicionar um novo usuário. Para excluir o tipo de conta de usuários, userdel joao.

Dicas e truques bônus

Use o comando clear para limpar o terminal se ele estiver ficando confuso com muitos comandos do linux anteriores. Experimente o botão TAB para preencher automaticamente o que você está digitando. Por exemplo, se você precisa digitar Documentos, comece a digitar um comando (vamos com cd Docu, em seguida, pressione a tecla TAB) e o terminal preencherá o resto, mostrando a você o cd Documentos.

Ctrl + C e Ctrl + Z são usados ​​para interromper qualquer comando que esteja funcionando no momento. Ctrl + C irá parar e encerrar o comando, enquanto Ctrl + Z irá simplesmente pausar o comando. Se você acidentalmente congelar seu terminal usando Ctrl + S, simplesmente desfaça isso com o descongelamento Ctrl + Q.

Ctrl + A move você para o início da linha enquanto Ctrl + E move você para o final. Você pode executar vários comandos do linux em um único comando usando o “;” para separá-los. Por exemplo comando 1; comando 2; comando 3. Ou use && se você só deseja que o próximo comando seja executado quando o primeiro for bem-sucedido.

Gostou do nosso artigo com alguns dos comandos do linux? Já conhecia alguns destes comandos? Se achou interessante o artigo compartilhe nas suas redes sociais.

Hospedagem de Sites Linux com os melhores preços só aqui na PR Nethost!

Ouvir o artigo
Listen to
this article
Text to speech by Listencat
Text to speech
by Listencat
Fechar Menu